Notícia

Anefac - Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade

Brasil desenvolve sistema para análise do meio ambiente

Publicado em 02 março 2010

Um grupo de cientistas nacionais conclui a criação de um ambiente computacional que, por meio do uso de software de código aberto, permite modelar e estudar a distribuição de espécies biológicas em diferentes cenários. Batizado de openModeller, o sistema foi desenvolvido pelo Centro de Referência em Informação Ambiental (Cria), no âmbito de um projeto temático apoiado pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), e consumiu quatro anos de trabalho. Ele foi desenvolvido em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCT) e com a Escola Politécnica (Poli) da Universidade de São Paulo (USP).

De acordo com Vanderlei Perez Canhos, coordenador do projeto temático e diretor-presidente do Cria, o openModeller foi concebido inicialmente para facilitar o acesso aos dados da rede Species Link, sistema distribuído de informação que integra, em tempo real, dados primários de coleções científicas e tem cerca de 180 coleções e 3,5 milhões de registros. O openModeller realiza modelagens integrando o conjunto de dados disponíveis em diferentes redes.

"É um ambiente computacional de acesso gratuito, com interface amigável, que possibilita a modelagem da distribuição de espécies e dados ambientais com uso de diferentes algoritmos, projetando os modelos em diversos cenários e utilizando diferentes plataformas", disse Canhos.

O conceito por trás do openModeller é a disponibilização de um ambiente computacional que permita selecionar diferentes camadas de dados e algoritmos e, por meio desse ambiente, obter acesso a mecanismos capazes de analisar dados antes e depois do processamento. "A partir daí, podemos construir modelos e visualizá-los em uma escala espacial", explicou.

Da Redação / TI Inside