Notícia

Administradores

Brasil conquista primeiro lugar em olimpíada de astronomia

Publicado em 05 novembro 2011

Agência Fapesp

A delegação brasileira conquistou o primeiro lugar na terceira edição da Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA), realizada entre os dias 23 e 30 de outubro nas cidades do Rio de Janeiro (RJ) e de Passa Quatro (MG), ao ganhar cinco medalhas: duas de ouro e três de prata.

A OLAA é uma competição anual voltada a estudantes do ensino médio e tem como objetivo divulgar a astronomia aos jovens. Sua primeira edição ocorreu no Ano Internacional da Astronomia (2009), no Rio de Janeiro.

Neste ano, os estudantes Rafael Bordoni, do Amazonas, e Tábata Amaral, de São Paulo, ganharam medalha de ouro. Os paulistas Felipe Marino Moreno, Lucas Henrique Moraes e Victor Moraes de Oliveira ficaram com a medalha de prata.

A olimpíada foi dividida em parte teórica, prática e de reconhecimento do céu. No primeiro dia, os jovens participaram de uma palestra, no Planetário do Rio de Janeiro, sobre a infraestrutura dos planetários no Brasil e a evolução do ensino de astronomia no país.

Após a palestra, os estudantes realizaram uma prova de reconhecimento do céu, através de uma projeção na cúpula do Planetário. A prova continha três perguntas, sorteadas pelos próprios alunos em três recipientes.

Nos dias seguintes, a maratona científica foi realizada na cidade de Passa Quatro. Os participantes fizeram um exame teórico em trios compostos por integrantes de diferentes nacionalidades.

Depois, esses mesmos grupos participaram de um desafio de lançamento de foguetes feitos de garrafas pet. As últimas avaliações foram individuais e exigiram o reconhecimento do céu real e uma prova teórica.

A OLAA reuniu cerca de 40 alunos do ensino médio de oito países da América Latina - Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, México, Paraguai e Uruguai -, classificados por meio de olimpíadas nacionais de astronomia e astronáutica de seus respectivos países.

No Brasil, a responsável pela seleção é a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), realizada pela Sociedade Brasileira de Astronomia.