Notícia

Apuka

Brasil compra supercomputador para previsão do tempo

Publicado em 15 abril 2010

O novo supercomputador adquirido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCT) permite ao Brasil melhorar as previsões meteorológicas e investir no desenvolvimento de cenários climáticos futuros globais e regionais para a América do Sul. Prevenção de desastres naturais...

Adquirido com recursos do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), o equipamento será fornecido pela empresa norte-americana Cray Inc., vencedora da licitação internacional encerrada no mês passado. O equipamento permite avanços em pesquisa e geração de informações mais confiáveis em várias áreas, entre as quais se destacam:

* 1) Melhorias na previsão numérica de tempo, nas previsões climáticas sazonais, e de qualidade do ar realizadas operacionalmente pelo Inpe, e aumento das atividades associadas de pesquisa e desenvolvimento;

* 2) Geração de novos conhecimentos científicos e desenvolvimento de pesquisas, produtos e modelagem do sistema climático global, com vistas a prover cenários climáticos futuros que vão orientar políticas públicas de mitigação e adaptação às mudanças climáticas; e

* 3)Aumento da confiabilidade dos prognósticos de eventos meteorológicos e climáticos extremos deflagradores de desastres naturais e desenvolvimento da modelagem dos próprios desastres naturais, como deslizamentos em encostas, inundações, secas, etc.

O novo sistema de supercomputação será instalado no Inpe de Cachoeira Paulista (SP) e será utilizado pelos centros de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTec) e de Ciência do Sistema Terrestre (CCST) do próprio Instituto, além dos grupos de pesquisa, instituições e universidades integrantes da Rede Brasileira de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas (Rede Clima) do MCT, do Programa Fapesp de Pesquisa em Mudanças Climáticas Globais e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) para Mudanças Climáticas.

Com a aquisição do supercomputador, serão geradas previsões de tempo mais confiáveis, com maior prazo de antecedência e de melhor qualidade, ampliando o nível de detalhamento para 5 km na América do Sul e 20 km para todo o globo. Será possível prever ainda eventos extremos com boa confiabilidade, como chuva intensa, seca, geada, onda de calor, entre outros. As previsões ambientais e de qualidade do ar também serão beneficiadas, gerando prognósticos de maior resolução, de 15 quilômetros, com até seis dias de antecedência.

O novo recurso computacional\amplia em 50 vezes a capacidade de processamento no Inpe, dessa forma será possível implementar uma série de inovações já em curso. Quando instalado, estará entre os cinco supercomputadores mais poderosos do mundo em uso para aplicações meteorológicas, climáticas e ambientais, em termos de velocidade efetiva de processamento.

Da Redação com De Olho no Tempo