Notícia

Folha Dirigida

Bolsas são alternativas para baratear o custo

Publicado em 29 janeiro 2006

Apesar da necessidade do diferencial que a pós-graduação dispõe, muitos profissionais são barrados desta formação por questões financeiras. Afinal, o custo médio mensal com uma especialização é de R$ 600. Entretanto, instituições ligadas à órgãos públicos, filantrópicas e particulares oferecem bolsas de estudos, parciais e integrais, para diversas áreas do conhecimento, bem como para mestrado e doutorado. Seguem algumas opções:
Fundação Estudar
A Fundação Estudar é uma ONG criada em 1991 reconhecida como uma das poucas instituições de capital privado que concedem ajuda financeira a estudantes ou profissionais. Não há um valor fixo para as bolsas, já que cada uma é negociada individualmente, levando em consideração o plano de contas e o perfil acadêmico, econômico e financeiro do candidato.
Para concorrer às bolsas da fundação, o aluno deve primeiro ter sido aprovado no processo de seleção da instituição de ensino superior. A pré-seleção de candidatos consiste na análise das informações na ficha de inscrição. Para esta fase, são observadas a objetividade, compreensão do que foi solicitado nos campos de preenchimento do formulário eletrônico, expressão verbal e ortográfica. As inscrições para o processo seletivo 2006 vão até o dia 4 de abril.
Mais informações no endereço eletrônico www.estudar.org.br.
Capes
Criada em 1951, a Campanha Nacional de aperfeiçoamento de pessoal de nível superior (CAPES), tem como objetivo manter a existência de pessoal especializado em quantidade e qualidade para atender às necessidades dos públicos e privados que visam ao desenvolvimento do país.
A avaliação dos programas de pós-graduação - processo que culmina na realização da Avaliação Trienal são criteriosamente avaliados e integram o Aplicativo para Propostas de Cursos Novos, APNC.
A CAPES distribuiu 50% das bolsas nacionais, sendo 13 mil para mestrado e 6 mil para doutorado, mesmo assim não cobre a demanda por esse tipo de benefício, a cada seis pedidos por uma bolsa apenas um é aceito no país.
Mais informações no endereço eletrônico www.capes.gov.br.
CNPq
O primeiro passo para quem deseja solicitar uma bolsa ou auxílio é identificar a opção que se encaixa a seu perfil e necessidade. Os formulários podem ser obtidos a partir da página Formulários do endereço eletrônico do CNPq.
O CNPq tem vínculo com o Ministério da Ciência e Tecnologia. O órgão aceita pedidos de bolsas e disponibiliza os resultados de todos os editais, constantemente atualizados. As inscrições para a bolsa podem ser feitas até o dia 20 de fevereiro. Mais informações na página eletrônica citada acima.
Mais informações no endereço eletrônico www.cnpq.br.
Fapesp
A principal exigência para concessão de bolsa pela instituição é que o interessado não tenha nenhum vínculo empregatício enquanto estiver fazendo a pós-graduação. Os formulários e manuais para requerer bolsas podem ser conseguido no endereço eletrônico da instituição.
A Fapesp oferece bolsas somente no Estado de São Paulo e no exterior. O órgão é ligado à Secretaria de Ciência, Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Turismo. Os bolsistas de Mestrado, Doutorado, Pós-Doutorado e Jovens Pesquisadores poderão ser autorizados pela FAPESP a dedicar um máximo de oito horas semanais à realização de atividades científicas e profissionais, remuneradas ou não, que contribuam para sua formação profissional, e que sejam compatíveis com seu projeto de bolsa na Fapesp.
Mais informações no endereço eletrônico www.fapesp.br.
Programa Alban
O Programa Alban tem como objetivo principal reforçar a cooperação entre a União Européia e a América Latina na área do ensino superior e engloba estudos de pós-graduação e de formação de alto nível para profissionais em instituições ou centros na União Europeia.
Os pós-graduados têm uma maior abertura do ensino superior Europeu através das bolsas Alban que contribuirá para melhorar as suas competências profissionais e conseguir melhores oportunidades de emprego nos seus países de origem.
Os candidatos têm que ser apoiado por uma instituição e/ou organização do seu país de origem, ter experiência pelo menos de sete anos na área, ocupar posição de liderança em organização ou empresas públicas ou privadas em qualquer país elegível pela Alban, deve ter completado o primeiro grau universitário, são necessários cópias autênticadas ou originais de toda documentação para comprovação dos ítens acima.
Mais informações no endereço eletrônico www.programalban.org.
Fundação Ford e Fundação Carlos Chagas
A Fundação Ford e a Fundação Carlos Chagas promovem anualmente a Seleção Brasil do Programa Internacional de Bolsas de Pós-Graduação da Fundação Ford (International Fellowships Program - IFP). O programa oferece bolsas de mestrado (com duração de até 24 meses) e de doutorado (com duração de até 36 meses), para cursos tanto no Brasil como no exterior.
No Brasil, a iniciativa, destina-se, prioritariamente, a pessoas negras ou indígenas, originárias das regiões Norte, Nordeste ou Centro-Oeste, ou provenientes de famílias que tiveram poucas oportunidades econômicas e educacionais.
Os bolsistas são selecionados com base em seu potencial acadêmico e de liderança e compromisso com a solução de problemas de sua comunidade, grupo social, região ou país. Eles poderão cursar programas de mestrado ou doutorado em qualquer área do conhecimento, desde que relacionada aos interesses e objetivos da Fundação Ford, que visam: fortalecer os valores democráticos, reduzir a pobreza e a injustiça, fomentar a cooperação internacional e promover o desenvolvimento humano.
Mais informações no endereço eletrônico www.programabolsa.org.br.