Notícia

Folha Dirigida

Bolsas de estudos garantem financiamento para cursos de pós-graduação

Publicado em 25 fevereiro 2009

Cursar uma pós-graduação, apesar de ser fundamental nos dias de hoje, nem sempre é uma tarefa fácil. Isso porque, além da concorrência grande nas instituições públicas, nas particulares, muitas vezes, os cursos são caros. Mesmo com a barreira financeira, o estudante não deve desistir de seu sonho. Isso porque são muitas as instituições que oferecem bolsas de incentivo à pesquisa e financiamentos.

Órgãos ligados ao governo e até mesmo instituições particulares também fazem parte deste grupo de facilitadores da pesquisa científica através de apoio financeiro. Entre as agências de fomento do governo os principais exemplos são a Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Confira a seguir mais informações de cada uma destas agências:

CNPq

No CNPq, órgão ligado ao Ministério da Ciência e da Tecnologia, as bolsas são oferecidas para a pós-graduação e outras modalidades de ensino. As bolsas do CNPq são divididas em duas categorias: as individuais - no Brasil e no exterior - e as bolsas por quota. Os valores do benefício variam de R$ 1.800 a R$ 3 mil, sendo que as bolsas estão disponíveis para as categorias doutorado, doutorado sanduíche, doutorado sanduíche empresarial, mestrado, pós-doutorado sênior, pós-doutorado júnior e pós-doutorado empresarial.

Para cursos no exterior, as bolsas são para estágio sênior, pós-doutorado, doutorado pleno e sanduíche. Os valores variam de acordo com a moeda do local onde pós-graduando estuda. Em dólares, as bolsas vão de U$ 1.100 a U$2.100.

A agência também disponibiliza uma série de auxílios para quem pretende fazer pesquisa no país e no exterior. Entre as várias modalidades estão o subsídio a publicações científicas, o apoio à capacitação de pesquisadores por meio de intercâmbios científicos ou da promoção e atendimento a reuniões e congressos científicos. O apoio a projetos de pesquisa é realizado através da abertura de editais públicos.

Capes

Outro órgão do governo federal que oferece bolsas de incentivo à pós-graduação é a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), ligado ao Ministério da Educação. A coordenação, que é reconhecida por atestar as qualidades dos cursos de pós, também possui programas que visam oferecer bolsas de estudo em cursos desta modalidade de ensino no Brasil e no exterior, além de estímulos para as instituições públicas e privadas com nota superior a três em sua avaliação (emumaescaladela7). Para o doutorado e pós-doutorado no país os variam de R$1.200 a R$3.300. Já no exterior, é possível cursar um doutorado com bolsas entre U$600 e U$ 1.100 mensais.

Fapesp

Em caráter estadual, entre as entidades que oferecem bolsas de estudos em pós-graduação, se destaca a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). O órgão disponibiliza bolsas voltadas para projetos de pesquisas em cursos de São Paulo e do exterior. O benefício se divide entre as categorias de mestrado, doutorado, doutorado direto e pós-doutorado.

Os valores das bolsas variam de R$ 1.248 a 4.508. Além disso, a fundação ainda oferece as seguintes modalidades de auxílio aos pesquisadores doutores: Auxílio a Pesquisa; Reparo de Equipamentos; Auxílio à Vinda de Pesquisador Visitante; Organização de Reunião Científica; Participação em Reunião Científica no Brasil ou no Exterior e Auxílio a

Publicação. Para cursos de pós no exterior, a bolsa da Fapesp é de U$2.200 mensais, com adicional de 20% para quem estuda na Europa e Ásia.

Outras opções Há ainda entidades independentes e empresas privadas que contribuem com a oferta de bolsas. Entre elas está a Fundação Estudar, instituição sem fins lucrativos, que oferece bolsas de estudos de pós e de graduação no Brasil e no exterior. Para a pós-graduação, o benefício é concedido para instituições de qualidade atestada. No exterior, as bolsas são para estudantes com ingresso em programas de LLM (Master in Laws), M.A. (Master in Arts), MBA (Master in Business Administration), MPA (Master in Public Administration), MPP (Master in Public Policy) e M.Sc (Masterin Science).

Outra opção ligada a uma instituição privada é o Crédito Educação Continuada do banco Santander. O programa funciona como um auxilio para o estudante financiar até 100% os valores dos cursos de pós-graduação, MBA e mestrados nacionais em instituições credenciadas ao banco, com juros que partem de 2,5% ao mês e prazo de até 36 meses para o pagamento. A inscrição para este programa é feita somente nas agências ligadas ao banco. Mais informações pelos endereços eletrônicos www.estudar.org.br e www.santander.com.br.