Notícia

Diário do Comércio (SP) online

Boeing investe em pesquisa

Publicado em 25 abril 2012

A presidente da unidade brasileira fabricante de aeronaves norte- americana Boeing, Donna Hrinak, anunciou durante o seminário da Câmara Americana de Comércio (Amcham) que a empresa abrirá um centro de pesquisa e tecnologia aeroespacial em São Paulo ainda este ano, com foco em desenvolvimento de biocombustível para aviaçao mais eficiente. O investimento no primeiro ano será entre US$ 4 milhoes e US$ 5 milhoes.

Hoje será realizado um workshop para identificar empresas – de cerca de 40 indústrias interessadas – que possam agregar valor  e formatar uma indústria de biocombustivel para aviões, algo que ainda não existe em nenhuma parte do mundo, segundo Donna. O acordo de cooperaçao da Boeing para o projeto tem a parrticipação da Empresa Brasileira de Aeronáutica ( Embraer) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de São Paulo (Fapesp).

 “Nenhuma empresa tem como negócio principal o biocombustivel  para aviação. Esta é a oportunidade de criar a primeira indústria no Brasil”, afirmou. Segundo ela, o objetivo inicial da pesquisa é testar o portencial de estoque do biocombustivel de cana de açucar entre outros.

Segundo Donna, a evolução de aeronaves depende muito da demanda dos clientes. O interesse pelo desenvolvimento de um biocombustivel eficiente e sustentável para aviação também partiu da informação de que cerca de 30% dos custos financeiros das companhias correspondem a este produto. “Escolhemos este momento para investir porque nos próximos  20 anos o tráfego aéreo vai crescer 5,1% anualmente no mundo. Para a America latina, essa previsão sobe para 6,5%", disse ela.

Fonte: .