Notícia

Jornal da Unesp online

Biota ganha Prêmio Ford

Publicado em 11 fevereiro 2010

O Biota-Fapesp - o Instituto Virtual da Biodiversidade - recebeu, no dia 10 de dezembro, o 14.º prêmio Ford de Conservação Ambiental na categoria Ciência e Formação de Recursos Humanos, no valor de R$ 20 mil. O programa é oferecido pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e reúne pesquisadores de todo o Estado, com destaque para a participação das universidades estaduais paulistas (Unesp, USP e Unicamp). A principal ação do programa é fazer levantamentos sobre a biodiversidade de São Paulo.

Desde 1999, quando o programa foi criado, até 2008, pesquisadores da Unesp receberam mais de R$ 13 milhões em recursos, por meio de projetos temáticos, auxílios e bolsas para jovens pesquisadores. Atualmente, dois dos cinco membros da coordenação do programa são da Universidade: a professora Vanderlan Bolzani, do Instituto de Química, câmpus de Araraquara; e o professor Celio Haddad, do Instituto de Biociências, câmpus de Rio Claro.

Vanderlan é coordenadora da rede BIOprospecTA, que atua no levantamento das plantas com potencial para originar novos medicamentos. No início do programa, já havia pesquisas com química de produtos naturais, mas a equipe percebeu que era necessário criar um ramo específico para a bioprospecção, isto é, a catalogação de espécies da flora paulista, diz. Haddad concentra seus estudos na área de zoologia e ecologia, com ênfase em comportamento de anfíbios anuros. Ele coordena a área de Ciências Biológicas do instituto.

Vários estudos da Unesp são realizados dentro do programa, como o que investiga a fauna e a flora de fragmentos florestais do noroeste paulista, coordenado pelo professor Orlando Necchi Júnior, do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, câmpus de São José do Rio Preto. Outro exemplo é a pesquisa sobre diversidade biológica de crustáceos do litoral do Estado, realizada pela professora Maria Lucia Fransozo, do Instituto de Biociências, câmpus de Botucatu.

O Prêmio - Promovido internacionalmente, o Prêmio Ford de Conservação Ambiental foi lançado pela montadora no Brasil em 1996. Além do Biota, outros quatro candidatos foram premiados este ano: o cientista Victor Becker; o IPÊ - Instituto de Pesquisas Ecológicas; a Oficina Escola de Lutheria da Amazônia (Oela); e a empresa de tecnologia Elring Klinger do Brasil.