Notícia

Abradilan - Associação Brasileira dos Distribuidores de Laboratórios Nacionais

Biolab quer firmar parcerias para desenvolvimento de medicamentos

Publicado em 15 setembro 2011

 

Em três meses, a Chamada Pública Biolab Farmacêutica/FAPESP recebeu 28 propostas de projetos de pesquisas destinados a estudos de valor pioneiro. A Universidade de Campinas (Unicamp), a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Estadual Paulista (UNESP), o Instituto do Coração do Hospital das Clínicas de São Paulo e o Instituto de Pesquisas Energéticas Nucleares estão entre as instituições públicas e privadas que enviaram projetos para a Chamada Pública Biolab Farmacêutica/FAPESP voltada à inovação em medicamentos para saúde humana.

No total, foram recebidos 28 projetos, os quais serão avaliados por Biolab e FAPESP, com destaque para as área de oncologia, doenças degenerativas e doenças inflamatórias. A expectativa sobre os projetos apresentados é que proponham investigação e caracterização de potenciais novos fármacos, desenvolvidos em parceria entre as proponentes, Biolab e FAPESP.

O convênio prevê investimentos em três anos com foco em ensaios de eficácia, segurança preliminar e produção de potenciais novos fármacos. Em novembro será oficializada a seleção dos projetos para a parceria e que receberão financiamento. Somados aos projetos recebidos pela Chamada Pública, outros 20 novos projetos estão sob avaliação para fazer parte do pipeline de inovação da Biolab. D

e acordo com o gerente de prospecção & desenvolvimento pré-clínico da Biolab Farmacêutica, os projetos resultam de um trabalho de prospecção internacional e do desempenho da companhia na Bio International Convention 2011, evento mundial de da indústria de biotecnologia. 

Histórico 

Em março de 2011, a Biolab Farmacêutica e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) anunciaram parceria entre o setor farmacêutico e a instituição. A Chamada Pública entre o laboratório e a FAPESP pretende reunir projetos voltados ao desenvolvimento de medicamentos inovadores e, assim, fomentar a pesquisa científica brasileira. Entre outros critérios, a seleção das propostas valoriza originalidade, ousadia e qualidade do projeto, viabilidade da execução e potencial para ampla disseminação e uso da inovação.Link: http://saudeweb.com.br/24292/biolab-quer-firmar-parcerias-para-desenvolvimento-de-medicamentos/

 14/09/2011 - Portal Saúde Web