Notícia

Portal Fator Brasil

Biodiversidade de ambientes urbanos e rurais é tema do Biota-Fapesp Educação

Publicado em 20 novembro 2013

Em 21 de novembro (quinta-feira), o Programa Biota-Fapesp de pesquisa sobre a biodiversidade, realiza, na sede da Fundação, a partir das 14 horas, três conferências sobre Biodiversidade em Ambientes Antrópicos Urbanos e Rurais. O nono e último encontro de 2013 sobre biomas e ambientes brasileiros é promovido pelo BIOTA-FAPESP Educação, que reúne um grupo de pesquisadores do Programa dedicados à melhoria do ensino da ciência da biodiversidade.

 

O encontro terá conferências dos professores Luciano Verdade, do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA), Elisabeth Höfhling, do Instituto de Biociências (IB) ? ambos da Universidade de São Paulo (USP) ? e Roseli Buzanelli Torres, do Instituto Agronômico de Campinas (IAC). Os temas tratados serão a diversidade da fauna de paisagens urbanas e rurais e da flora, em ambientes urbanos. A programação é aberta a estudantes, alunos e professores do ensino médio, alunos de graduação e pesquisadores.

 

A expansão de regiões agrícolas e urbanas no Brasil e a concorrência pelo uso dessas áreas substituíram os biomas naturais por paisagens modificadas pela ação do homem. Essas alterações levaram à perda de espécies silvestres e tendem a tornar homogêneos os grupos de espécies remanescentes, além de causar a redução ou a explosão das populações de espécies em função de sua capacidade de adaptação aos ambientes modificados.

 

Paisagens agrícolas e urbanas atuais ainda podem conter uma diversidade biológica a ser estudada e conservada ou precisar de esforços de pesquisa e da definição de políticas públicas de conservação para redução de impactos ambientais. Pastagens, canaviais e eucaliptais, por exemplo, que cobrem milhões de hectares no País, são ambientes mantidos artificialmente por meio de insumos que produzem impactos sobre ecossistemas naturais próximos, com vegetação nativa heterogênea, até certo ponto intocada pelo homem.

 

Biota-Fapesp Educação - O ciclo de conferências Biota-Fapesp Educação 2013 apresenta, em linguagem acessível, o conhecimento gerado em mais de 13 anos de pesquisas científicas realizadas no âmbito do Programa com o objetivo de aumentar o conhecimento sobre a biodiversidade e criar mecanismos para sua conservação, recuperação e uso sustentável. Desde o início deste ano, oito conferências abordaram conceitos, valores e ameaças à biodiversidade e trataram de sete biomas e ambientes brasileiros: Pampa, Pantanal, Cerrado, Caatinga, Amazônia, Mata Atlântica, e Ambientes Marinhos e Costeiros.

 

O Programa Biota-Fapesp caracterizou 12 mil espécies e identificou outras 1.800. Os pesquisadores ligados a mais de 100 projetos apoiados pela Fapesp publicaram 20 livros, dois atlas e mapas. Esse conjunto de informações tem subsidiado a formulação de políticas públicas de conservação ambiental no Estado de São Paulo.

 

Ciclo de Conferências Biota-Fapesp Educação, "Biodiversidade em Ambientes Antrópicos - Urbanos e Rurais", dia 21 de novembro (quinta-feira), das 14h às 17h, no Auditório da Fapesp; Rua Pio XI, 1500, Alto da Lapa, São Paulo.

Programação: www.fapesp.br/eventos/biota_ambientesantropicos. Confirmação de presença: www.fapesp.br/eventos/biota_ambientesantropicos/inscricao