Notícia

O Globo

"Big Data da Saúde" - Os dados que podem ajudar a curar no Brasil

Publicado em 26 agosto 2018

Por Rafael Ciscati
SÃO PAULO - Nem sempre um médico consegue decidir, sozinho, qual a melhor estratégia para tratar de um paciente. Casos complexos exigem revisitar episódios passados ou, frequentemente, consultar outros profissionais. A professora Agma Traina, do Instituto de Ciências Matemáticas e da Computação (ICMC) da USP de São Carlos, percebeu isso ainda na década de 1980, enquanto trabalhava com a equipe de médicos do hospital das Clínicas de Ribeirão Preto: — Era frequente eles comentarem que os exames de um paciente difícil de tratar [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.