Notícia

FAPESP Na Mídia

BIBLIOTECAS VIRTUAIS E DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA

Publicado em 01 agosto 1998

Por Renato Pignatari Pereira
Os núcleos de divulgação científica, devido ao fato de serem divulgadores e produtores de informação, necessitam estar em contato fixo com o futuro da documentação e da divulgação perante a sociedade tecno-informacional, em constante progresso, na qual estamos inseridos. Notadamente, em tempos hodiernos, o recrudescimento da infra-estrutura de informação eleva a qualidade de vida. De acordo com Krzyzanowski: "Para as instituições encarregadas de armazenagem, processamento e disponibilização de informações aos usuários, surgiram inúmeras questões relacionadas à racionalização de esforços, a trabalhos cooperativos, ao compartilhamento de recursos, evidenciando um contínuo repensar de papéis e responsabilidades, com o objetivo comum de preservar e tornar acessível a informação produzida internacionalmente". (op. cit) Centros de divulgação tornam-se virtuais quando trabalham em ambiente on-line, incorporando, principalmente: - novos tipos de recurso de informação; - novas formas de classificação e catalogação; - novas formas de interação com o usuário. Claramente, as bibliotecas e centros de documentação - divulgação virtuais já são uma realidade; preprints informatizados de Computação, Física e Matemática já existem há um certo tempo, facilitando, desse modo, a disseminação eletrônica da informação. Algumas questões são essenciais: Como garantir um registro permanente de uma publicação quando o meio eletrônico conduz à alteração dinâmica? Como resguardar os direitos autorais a seus detentores? Como garantir um sistema de edição e revisão? Como organizar esse grande volume de informação? O que é acervo nesse contexto? Como integrar o legado de tempos passados? Diversas bibliotecas desse tipo já foram instauradas no exterior; p. ex., The Digital Library Technology (NASA) e a Library of Congress (Governo Americano); no Brasil, a FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) coloca à disposição dos pesquisadores do Estado de São Paulo a Web of Science: base de dados contendo informações bibliográficas sobre artigos, em todas as áreas do conhecimento, publicados a partir de 1977. FAVERO KRZYANOWSKI, Rosaly. "Ações para a Construção de uma Biblioteca Virtual, Relato de Experiência do Sistema Integrado de Bibliotecas da USP", in Revista da USP, n° 35, nov./1997, pp 54 - 61. FERRAND, N. "Les Bibliotheques Virtuales", in Magazine Litteraire, n° 349, dez./1996, pp. 38 -9. RINCON FERREIRA, José. "A Biblioteca Digital", in Revista da USP, n° 35, nov./1997, pp. 46 -53. MANDEL, Arnaldo. "Bibliotecas Virtuais", in Revista da USP, n° 35, nov./1997, pp. 62 - 65. STEELE, Colin. "Millenial Libraries: Management Changes in Eletronic Enviroment", in The Eletronic Library, v. 11, n° 6, dez./1993, p. 394.