Notícia

Terra

Bezerros clones são apresentados em SP

Publicado em 08 abril 2005

Três bezerros da raça Nelore foram apresentados ao público ontem, em Tambaú, SP. Os clones, que nasceram entre os dias 4 e 21 de março, passam bem e são os primeiros produzidos em escala comercial por uma parceria feita entre a Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FZEA) da USP, campus de Pirassununga, e a empresa de biotecnologia Vitrogen.
Segundo o professor Flávio Meirelles, coordenador geral do projeto e do Laboratório de Morfofisiologia Molecular e Desenvolvimento da FZEA, em entrevista para a Agência Fapesp, existem ainda mais oito gestações em andamento dentro do mesmo projeto. "Quatro desses clones devem nascer até julho. A gestação dos demais vai até setembro", explicou. A parceria é fundamental, segundo o pesquisador, porque a universidade sozinha não teria condições de manter as gestações em larga escala.
No caso dos bezerros que nasceram em maio, eles foram clonados por transferência nuclear de um touro recordista na produção de sêmen no Brasil. Segundo a Vitrogen, desde o nascimento da bezerra Independência, em setembro do ano passado - o primeiro clone da parceria com a FZEA -, muitos de seus clientes encomendaram clones. Toda a parte científica desses nascimentos é de responsabilidade do grupo liderado por Meirelles.
No Brasil, a Embrapa foi a pioneira nessas pesquisas com clonagem animal. A bezerra Vitória, nascida em 2001, foi a primeira experiência feita no país com esse tipo de técnica. Os pesquisadores usaram o material genético retirado de um embrião de uma vaca Simental para a obtenção do clone.