Notícia

Revista DBO

Bela Vista prepara produto

Publicado em 01 setembro 2007

O Projeto Genoma Funcional do Boi, empreendido pela Central Bela Vista em parceria com a Fapesp, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, pretende lançar até o final do ano seus primeiros marcadores moleculares para bovinos da raça Nelore. Os produtos devem oferecer informações sobre qualidade de carne, verificadas em novo laboratório construído em Pardinho, interior paulista. O diretor da empresa, Jovelino Mineiro, adianta que a Central vai atuar com um protocolo de verificação e auditagem.

Com isso, o pecuarista vai dispor de mais segurança ao usar os dados na decisão de acasalamentos ou na definição do manejo para os animais. "A validação apenas num primeiro momento não é suficiente. E preciso existir um processo permanente de checagem", considera Mineiro. Para ele, a biologia molecular vai cooperar muito com o aprimora mento dos dados dos programas de avaliação genética, aumentando a eficiência da seleção. O diretor da Bela Vista é conhecido criador de Brahman, Brangus, Angus e Braford.

Luiz Furlan, pesquisador da Unesp que coordena o projeto na área de laboratórios de análise molecular, relata que, em seguida, deve haver novidades com relação a marcadores para precocidade, tanto reprodutiva quanto determinação, e para resistência a ectoparasitas. Furlan tem estudado o assunto em parceria com a Universidade de Michigan (EUA).