Notícia

CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Bagnato vence Prêmio Almirante Álvaro Alberto

Publicado em 26 março 2019

Por Mariana Oliveira

O físico paulista Vanderlei Salvador Bagnato é anunciado como o vencedor deste ano do Prêmio Almirante Álvaro Alberto, a maior honraria concedida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Professor titular da Universidade de São Paulo (USP), Bagnato é diretor do Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP) e bolsista em produtividade e pesquisa do CNPq.

Formado, simultaneamente, em Física pela USP e Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em 1981, é doutor em física pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), em 1987 e pós-doutor pela Universidade de Maryland, ambos nos Estados Unidos. Obteve a Livre-docencia pela USP em 1990.

Publicou cerca de 700 artigos em periódicos especializados. Possui 29 capítulos de livros e 7 livros publicados. É coordenador do INCT de Óptica Básica e Aplicada às Ciências da Vida e recebeu diversos prêmios e homenagens, tendo sido agraciado com o título de Pesquisador Emérito do CNPq no ano passado e com o Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia, em 2015, além do título de Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico, concedido pela Presidência da República, em 2007.

É membro da Academia Brasileira de Ciências, The Academy of Sciences for the Developing World, da Academia Pontifícia de Ciências do Vaticano, e da National Academy of Sciences (USA).

Em entrevista ao CNPq, em 2015, Bagnto declarou sua paixão à ciência. "Sempre gostei de ciências e tive a sorte de ter pais que se sacrificaram para que eu pudesse sempre estudar. Sou fanático por fazer ciências que exigem desafios e sempre que possível usar ciências em prol da economia", afirmou.

O Prêmio

Concedido em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, a Fundação Conrado Wessel e a Marinha do Brasil, o Prêmio Almirante Álvaro Alberto é considerado o maior do país em ciência e tecnologia e este ano destacou a categoria Ciências Exatas, da Terra e Engenharias.

O prêmio será entregue no dia 15 de maio, na Escola Naval, no Rio de Janeiro. Na ocasião, também serão entregues os títulos de Pesquisador Emérito do CNPq e Menções Honrosas de Agradecimentos deste ano.