Notícia

Celulose Online

Autor brasileiro lança livro sobre derivados de celulose

Publicado em 14 março 2018

A obra foca em toda síntese de fibras naturais modificadas que devem ser usadas como solução para problemas causados pelo aumento da demanda de fibras celulósicas.

O título é: Cellulose Derivatives Synthesis, Structure anda Properties, que foi lançado pela editora alemão Springer e tem um dos autores o brasileiro Omar Abou El Seoud.

Seoud é professor do Instituto de Química da USP (Universidade de São Paulo) e coordenador de Projeto Temático apoiado pela Fapesp.

Outros autores são alemães: Thomas Heinze e Andreas Koschella.

O livro é apenas uma parte de toda coleção, chamada de Springer Series on Polymer and Composite Materials e tem 523 páginas sobre o tema da celulose e seus derivados.

“O tema do livro tem impacto importante socioeconômico no mundo. As fibras naturais como algodão serão sempre procuradas pelo consumidor, em particular em países quentes, devido à propriedade das fibras”, disse Seoud.

“Entretanto, por volta de 2030 o mundo vai enfrentar a ‘lacuna de celulose’, que é o aumento da demanda de fibras com base celulósicas não acompanhadas de algodão. E, logo, não haverá terra para cultivar o algodão”, finalizou o pensamento.

Dessa forma, a solução é aumentar a produção de fibras naturais, com base na madeira, que vem do líquido viscoso (xantato de celulose).

E, a partir disso, o Brasil ganha espaço porque já um dos maiores produtores da celulose com base em madeira – a pasta de celulose – mas, que deixou de fabricar a viscose em 2013.

O livro em inglês pode ser comprado na versão digital da editora, no site.

Com informações da Revista Amazônia