Notícia

Envolverde

Aumentou os hectares de mata em SP e diminuiu os campos de pastagens

Publicado em 08 junho 2009

Agência Fapesp

Censo agropecuário indica aumento de 478 mil hectares de matas no Estado de São Paulo em 12 anos.

De acordo com o Levantamento Censitário das Unidades de Produção Agropecuária (Lupa), realizado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, houve um aumento de 478 mil hectares de matas no território paulista nos últimos 12 anos.

Considerado o mais atualizado retrato da agropecuária paulista, o levantamento, que está em sua segunda edição, alcançou 324.720 unidades produtivas com o objetivo de fornecer um amplo quadro da agropecuária paulista nos seus mais variados aspectos.

A vegetação natural levantada no censo exclui os parques e reservas florestais, mantidos em unidades públicas de conservação ambiental. Por conta disso o acréscimo foi feito dentro de propriedades rurais de particulares: essas propriedades ampliaram sua cobertura florestal de 10% para 11,87% da área total das fazendas do Estado.

O levantamento aponta ainda que o número de propriedades que utilizam métodos de conservação do solo também passou de 147 mil para 180 mil, enquanto as práticas de controle de erosão se ampliaram em 22% nas propriedades rurais.

O plantio direto, por sua vez, a mais avançada técnica sustentável da agricultura, passou de 550 mil para 760 mil hectares cultivados em São Paulo. O Lupa aponta também que as áreas de pastagens diminuíram de 51% para 39% no Estado, enquanto as de lavoura passaram de 34% para 44% do total. Os dados do estudo estão disponíveis para livre consulta na internet.

Mais informações: http://www.cati.sp.gov.br/projetolupa.

(Envolverde/Agência Fapesp)