Notícia

Planeta online

Astrônomos descobrem a galáxia espiral mais antiga

Publicado em 15 julho 2021

Astrofísicos identificaram a galáxia espiral mais antiga já observada. Ela tem 12,4 bilhões de anos (Science, 20 de maio).

Hoje cerca de 70% das galáxias do universo são espirais, incluindo a Via Láctea, que abriga o Sistema Solar. O número delas, porém, cai drasticamente à medida que se observa o universo mais distante e antigo. Quase sempre as galáxias situadas a mais de 12 bilhões de anos-luz de distância da Terra parecem aglomerações de poeira, gás e estrelas sem uma forma definida.

Uma dessas galáxias longínquas, no entanto, chamou a atenção de Satoru Iguchi, do Observatório Astronômico Nacional do Japão, e de seu aluno de pós-graduação Takafumi Tsukui. Conhecida pela sigla BRI 1335-0417, a galáxia foi observada pela rede de radiotelescópios Alma, instalada no deserto do Atacama, no Chile.

Nas imagens, os pesquisadores reconheceram dois braços espirais brotando de um bojo, a região central da galáxia, que concentra a maior parte da massa. Estruturas típicas das galáxias espirais, os braços teriam se formado apenas 1,4 bilhão de anos depois do início do universo.

* Este artigo foi republicado do site Revista Pesquisa Fapesp sob uma licença Creative Commons CC-BY-NC-ND. Leia o artigo original aqui.