Notícia

Mega Brasil Comunicação

Associação Brasileira de Jornalismo Científico confirma diretoria e quer realizar congresso mundial

Publicado em 26 março 2013

A diretoria da Associação Brasileira de Jornalismo Científico (ABJC) foi confirmada por seus associados em assembleia extraordinária realizada ontem, 25/03, na sede da revista Pesquisa FAPESP em São Paulo.

Fundada na capital paulista em 1977, a ABJC vem se esforçando pela democratização do conhecimento científico e sua divulgação para todas as camadas sociais. A entidade criada por jornalistas e cientistas envolvidos com divulgação de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), teve como seu primeiro presidente o jornalista e cientista José Reis, um profissional histórico nas atividades jornalísticas brasileiras relacionadas à ciência.

A diretora da revista Pesquisa FAPESP, Mariluce Moura, é a presidente entidade. Assume o cargo juntamente com Eduardo Geraque, repórter da Folha de São Paulo (vice-presidente), Ricardo Zorzetto, editor de ciência da revista Pesquisa FAPESP (diretor administrativo), Heloiza Dias, jornalista e pesquisadora da Embrapa (diretora acadêmica), Alícia Ivanissevich, editora-chefe do programa Globo Ciência – TV Globo (diretora de divulgação e publicações), e Joice Santos (diretora de eventos).

Os desafios da entidade são muitos. Fundamentalmente, a valorização da ciência como forma de conhecimento e de apreensão da realidade, além de contribuir para a avaliação do impacto do progresso técnico na vida dos cidadãos. A diretoria organizará uma série de atividades que visam estreitar a relação da entidade com os associados, o mercado profissional, a Academia e a comunidade científica em geral.

Congresso internacional

Brasil tem marcado presença internacional no avanço do conhecimento e de sua divulgação.

Desde a última década, foi visível a melhoria da qualidade da divulgação da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), fruto da ampliação substancial de espaço na mídia e em veículos especializados; da formação cada vez mais especializada de profissionais na área e da ampliação crescente de assessorias de comunicação, bem como do reconhecimento público da importância da democratização e popularização do conhecimento científico.

É com este intuito que a ABJC vai se candidatar como sede para a próxima Conferência da Federação Mundial de Jornalistas Científicos (2015 World Federation of Science Journalists Conference).

O Brasil será o terceiro país a declarar sua intenção de sediar o evento. A África do Sul e Quênia já se pronunciaram oficialmente sobre a candidatura.

A conferência mundial é uma das principais atividades da Federação Mundial de Jornalistas Científicos (WCSJ), organizada por e para jornalistas focados em ciência para cobertura e crítica das áreas de meio ambiente, sustentabilidade, tecnologia, saúde e medicina, agricultura, e áreas afins.

Sobre WFSJ

A da Federação Mundial de Jornalistas Científicos (WFSJ) é uma organização internacional não-governamental, sem fins lucrativos, dedicada a ajudar os cidadãos de todo o mundo a levar em conta o conhecimento científico em sua compreensão e crítica, além das questões sócio-econômicas e do papel dos governos sobre ciência e tecnologia.