Notícia

Jornal São Paulo - Zonal Sul

Assembléia Legislativa tem acervo aberto a visitas

Publicado em 14 julho 2005

Aumento dos vencimentos do funcionalismo público, precariedade financeira do estado, pedidos de construção de estradas, providências para retirar camelôs do centro da cidade, falsificações e adulteração de produtos são assuntos recorrentes tratados na tribuna do parlamento estadual. Se lançarmos um olhar a cinqüenta atrás, podemos estranhar os trajes, os modelos de óculos, de gravatas ou de cortes de cabelo. Porém, observamos, também, discursos e intervenções sobre temas que bastante familiares aos nossos contemporâneos.

Essa sensação pode ser experimentada na exposição "Na tribuna,ao microfone... há 50 anos", composta por fotografias e discursos de parlamentares paulistas de 1955. Organizada pela Divisão do Acervo Histórico da Assembléia Legislativa, a mostra está instalada no Salão Nobre Waldemar Lopes Ferraz (Salão dos Espelhos), que ladeia o plenário principal, Juscelino Kubitschek. A exposição, que permanecera instala da até setembro, reúne imagens de deputados e cerca de 25 discursos, selecionados para representar temas que há 50 anos estavam na ordem do dia. Todos eles proferidos na tribuna da Assembléia Legislativa.

O visitante da exposição poderá conhecer o discurso do deputado Gabriel Nogueira de Quadros, do Partido Trabalhista Nacional(PTN), no qual pede a interdição de um refrigerante de marca famosa, alegando fraude, falsificação e desrespeito a regi-as que afetavam os produtos químico-farmacêuticos. O discurso é uma interessante amostra de formas e estilos comuns na época. Leia abaixo o trecho destacado pelos organizadores da exposição.

Acervo
As fotos selecionadas para a exposição fazem parte de um legado de 91 mil imagens que a Divisão de Acervo Histórico da Assembléia passou a custodiar em 1996. Este imenso conjunto abrange o período que vai de 1953, quando foi criado o serviço de fotografia do Legislativo Paulista, a 1992. São imagens das atividades parlamentares, dos visitantes nacionais e estrangeiros e de eventos ocorridos na e a partir da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo niquele período. Os negativos, com recursos disponibilizados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), foram digitalizados e estão disponíveis para consulta nos terminais do Acervo Histórico. A fim de dar mostras da riqueza documental deste acervo sobre a historia política do Brasil, a Divisão de Acervo Histórico tem realizado pequenas exposições fotográficas no Salão Nobre Deputado "Wademar Lopes Ferraz".

"Na tribuna, ao microfone... há 50 anos" e a atual exposição feita pela Divisão de Acervo Histórico, sob curadoria de seu pesquisador Álvaro Weissheimer Carneiro Nela estão expostas 24 imagens retratando deputados, em ação de discurso, na tribuna ou no microfone de apartes, e que são complementadas por textos de discursos, todos do ano de 1955. Esta exposição, afirma Carneiro, mostra um pouco da história do Legislativo paulista por meio dos pronunciamentos de seus parlamentares. "Ali estão o momento político, os problemas sociais, a cobrança oposicionista, o questionamento das políticas publicas, em pronunciamentos sobre problemas sociais e políticos, que mantém uma instigante atualidade."

Embora muitos não saibam, o Palácio 9 de Julho, que tem esse nome em homenagem a Revolução Constitucionalista de 1932, tem portas abertas a comunidade. Além da exposição do acervo histórico, há constantes mostras de arte no primeiro andar do palácio, no espalo Quinço Centenário O acervo de obras da Assembléia conta com pinturas, fotos, esculturas, tapeçarias, cerâmicas entre outras formas de expressão artística.

E mais: é possível até expor suas próprias obras na Assembléia. Para isso, os interessados devem procurar um deputado, que fará o encaminhamento for mal do pedido, por meio de ofício dirigido à Mesa Diretora da Casa e acompanhando de currículo e fotos de alguns dos trabalhos. A exposição esta sujeita à aprovação da Mesa, portanto é bom caprichar na apresentação do material Quem cuida do agendamento é o Cerimonial da Assembléia. Informações pelo telefone 3886-6701

O Pavilhão Nove de Julho fica na Av. Pedro Alvares Cabral, 201 Ibirapuera — PABX 3886-6122.