Notícia

Estadão.com

Arritmia cardíaca é 3 vezes mais perigosa em atletas

Publicado em 08 setembro 2005

Sociedade Européia de Cardiologia acompanhou 2.640 atletas e constatou 62 casos de ataques do coração Segundo relatório que acaba de ser divulgado, os atletas de competição estão três vezes mais sujeitos a problemas cardíacos decorrentes de arritmias do que as demais pessoas. Exemplos nos últimos tempos são vários, como o do jogador Serginho, do São Caetano, que morreu em pleno gramado do Morumbi, há um ano.O extenso trabalho, lançado esta semana pela Sociedade Européia de Cardiologia (SEC), explora o assunto com profundidade. [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.