Notícia

Estadão.com

Ar de SP tem mais dioxinas que o de outras metrópoles

Publicado em 05 setembro 2005

Dispersão atmosférica, deposição e acumulação na cadeia alimentar têm sido as principais rotas de exposição para a população As dioxinas e os furanos não existem de forma natural no meio ambiente. Esses compostos altamente tóxicos e extremamente persistentes vão para a atmosfera por causa dos processos de combustão, desde aqueles que ocorrem nos motores automobilísticos até os da queima de lixo nos grandes incineradores. Por causa dessa origem, era de suspeitar que a atmosfera paulistana não estivesse livre da presença [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.