Notícia

Revista Brasileira de Risco e Seguro

Apoio a novos pesquisadores de Minas Gerais

Publicado em 26 fevereiro 2007

Por Agência FAPESP

Agência FAPESP

Estão abertas até 27 de abril as inscrições para o Programa de Apoio a Grupos Emergentes de Pesquisa, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig).
O objetivo é fixar pesquisadores em Minas Gerais, além de gerar e consolidar novos núcleos de pesquisa no Estado. A nova modalidade pretende apoiar grupos e pesquisadores jovens com dificuldade em captar recursos ou que precisem de financiamentos específicos não cobertos pelas modalidades atualmente oferecidas pela fundação mineira.
Segundo a Fapemig, a expectativa é que o programa induza também a formação de competência científica no interior do Estado. "Ele atende a uma solicitação há muito esperada pela comunidade científica, especialmente a do interior do Estado", disse Mario Neto Borges, diretor científico da fundação.
Serão destinados R$ 2 milhões para o conjunto de propostas aprovadas. Dentre os critérios de participação no edital está o valor limite para cada proposta, que não deve ultrapassar R$ 200 mil. Além disso, o coordenador do projeto deve possuir título de doutor há no mínimo cinco anos, ter experiência compatível com o tema do projeto de pesquisa apresentado e produção científica e tecnológica regular nos últimos três anos. O coordenador deve ainda apresentar vínculo com a instituição proponente e orientar alunos de graduação e/ou pós-graduação.
Segundo o edital, grupos emergentes de pesquisa são formados por um conjunto de pesquisadores (com no mínimo três doutores) de uma instituição ou mais, reunidos por uma linha de pesquisa comum e que, devido ao tempo de formação e instituição de origem, ainda não atingiram grau de competitividade suficiente para captarem maior valor de recursos em editais semelhantes, como, por exemplo, os editais Pronex e de Grandes Equipamentos.
Mais informações: www.fapemig.br e

ci@fapemig.br