Notícia

A Tribuna (Santos, SP) online

Aos 89 anos, morre o compositor Paulo Vanzolini

Publicado em 29 abril 2013

O compositor e zoólogo Paulo Vanzolini, 89 anos, morreu às 23h35 deste domingo, no Hospital Albert Einsetin, na zona sul de São Paulo. Com pneumonia, Vanzolini estava internado desde quinta-feira na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do local.

Velório e enterro serão realizados nesta segunda-feira no próprio hospital e no Cemitério da Consolação, e serão fechados para a família e amigos.

Na música, entre seus trabalhos mais conhecidos estão Ronda, Volta por Cima e Na Boca da Noite. Autor renomado, teve canções interpretadas por Miúcha, Chico Buarque, Paulinho da Viola, Martinho da Vila e Inezita Barroso.

Foi um dos idealizadores da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e ativo colaborador do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo. Pelas trabalho realizado como cientista, Vanzolini foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico. Em agosto de 2008, foi também premiado pela Fundação Guggenheim, em Nova York, em virtude de suas contribuições para o progresso da ciência.

Com pneumonia, Vanzolini estava internado em UTI desde quinta-feira Paulo Vanzolini filmou três documentários com o diretor Ricardo Dias. Os dois primeiros sobre o seu trabalho como zoólogo e o terceiro sobre sua obra musical.

Discografia

1967 - Onze Sambas e uma Capoeira (vários intérpretes)

1974 - A Música de Paulo Vanzolini

1981 - Por Ele Mesmo

2003 - Acerto de Contas

De A Tribuna On-line