Notícia

O Sul

Antibiótico pode controlar o mal de Parkinson

Publicado em 25 fevereiro 2017

Foi ao acaso que pesquisadores brasileiros descobriram que o antibiótico doxiciciina - usado há mais de meio século contra infecções bacterianas - pode ser indicado em doses mais baixas para o tratamento do Parkinson. O estudo foi publicado na revista Scientic Reports, do grupo Nature.

Segundo os autores, a substância reduz a toxicidade de uma proteína conhecida como a-sinucieína, que em certas condições forma agregados que recobrem e lesam as células do sistema nervoso central. A morte dos neurônios dopaminérgicos (produtores do neurotransmissor dopamina) é o principal evento relacionado ao desenvolvimento de sintomas como tremores, lentidão de movimentos voluntários e rigidez, entre outros. Não há atualmente medicamentos capazes de impedir que esse processo degenerativo progrida.

A pesquisa contou com o apoio da Fapesp (Fundação de Amparo Pesquisa do Estado de São Paulo) e a participação de três cientistas brasileiros vinculados à Universidade de São Paulo: Elaine Dei-Bel, Leandro Barbosa e Rosangela ltn.

(AG)