Notícia

Correio Braziliense

Americano prevê vacina anti-Aids em dois anos

Publicado em 08 fevereiro 1996

Fortaleza - O professor norte-americano Thomaz G. Evans, da Universidade de Rochester, em Nova York, anunciou ontem em Fortaleza que "dentro de dois ou três anos uma nova vacina anti-aids deverá entrar no estágio final de testes em laboratórios dos EUA". Os testes, segundo Evans, são feitos a partir da utilização de proteínas do HIV, o vírus da Aids, inseridas em outro tipo de vírus, que não é o HIV, para obtenção de novas respostas imunológicas. Ao fazer essa afirmação para um grupo de médicos e técnicos da Secretaria de [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.