Notícia

Planeta Sustentável

América Latina pode expandir produção de bioenergia

Publicado em 29 março 2010

A América Latina pode ampliar sua participação na produção de biocombustíveis sem prejudicar a oferta de alimentos, o meio ambiente e a biodiversidade. Esta foi a conclusão da Convenção Latino-Americana do projeto Global Sustainable Bioenergy Project (GSB), realizada na semana passada na Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Segundo a resolução, aprovada pelos pesquisadores no evento, o continente tem potencial para desempenhar um papel importante na oferta de biocombustíveis, com capacidade para atender tanto a demanda regional quanto a mundial. Possui terra, clima favorável, várias opções de matérias-primas e tecnologias que podem expandir-se por todo o continente de maneira sustentável. A resolução cita a produção de etanol no Brasil e de biodiesel na Argentina como exemplos de sucesso na substituição de energia fóssil por renovável.

O evento foi a terceira convenção realizada pelo Projeto GSB, depois de reuniões ocorridas na Holanda e na África do Sul. Mais duas convenções estão marcadas, para junho, na Malásia, e julho, nos Estados Unidos. O objetivo principal é fornecer uma plataforma para oportunidades, desafios e preocupações regionais e transnacionais relacionados à bioenergia.