Notícia

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Ambiente: Professor anuncia criação de Núcleo de Pesquisa em Recuperação de Áreas Degradadas

Publicado em 23 maio 2006

A Universidade Federal de São Carlos — UFSCar vai criar, no campus de Araras, o Núcleo de Pesquisas em Recuperação de Áreas Degradadas. O anúncio foi feito pelo professor José Carlos Casagrande no encerramento do Curso de Atualização em Recuperação de Áreas Degradadas (RAD): Com Ênfase em Matas Ciliares do Interior Paulista, realizado nos dias 18 e 19 de maio nessa universidade.
O curso, que faz parte do Projeto de Recuperação da Mata Ciliar da Secretaria do Meio Ambiente do Estado, foi organizado pelo Instituto de Botânica, em parceria com a UFSCar e apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo — FAPESP. O interesse da universidade em desenvolver estudos sobre áreas degradadas, segundo Luiz Mauro Barbosa, diretor do Instituto de Botânica, foi recebido favoravelmente pelos vinte especialistas em recuperação ambiental, que ministraram aulas e discutiram os problemas e soluções regionais referentes à questão das matas ciliares no Estado de São Paulo.
A expansão da malha urbana e o avanço da fronteira agrícola em São Paulo, incentivado pelo programa Pró-álcool, foram as causas apontadas para a perda de grande parte da cobertura vegetal no território paulista.
Segundo enfatizara, restam hoje apenas 5% dos ecossistemas originais em todo o Estado. Os pesquisadores alertaram que os dois principais biomas, Mata Atlântica e cerrado, perderam grandes áreas e encontram-se fragmentados em pequenos maciços.
O evento contou com a participação de 130 pessoas, vindas de 28 municípios, entre estudantes, profissionais que atuam na área de recuperação ambiental e funcionários públicos estaduais e municipais. No dia 20 de maio, os participantes tiveram a oportunidade de fazer uma visita técnica ao Viveiro Camará, que produz mudas de essências nativas utilizadas em reflorestamentos heterogêneos.