Notícia

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Ambiente: Curso e simpósio buscam alternativas para recuperação de áreas degradadas

Publicado em 28 março 2006

Por Regina Amábile, da Agência Imprensa Oficial
O Instituto de Botânica de São Paulo, o Projeto de Mata Ciliar da Secretaria do Meio Ambiente e a Fundação Espaço ECO/Basf organizaram, com o apoio da FAPESP e do Banco Mundial, o Curso de Atualização em Recuperação de Áreas Degradadas: com Ênfase em Áreas de Mananciais e Entorno de Represas. O evento será realizado nos dias 3 e 4, na Fundação Espaço Eco, na Estrada Ribeirão do Soldado, 10, bairro Botujuru, em São Bernardo do Campo, São Paulo. O objetivo é discutir alternativas capazes de diminuir os impactos da ocupação desordenada do solo urbano.
"Diversas ações abrangendo questões ambientais, conhecimento científico e educação ambiental serão discutidas. O objetivo é fornecer ferramentas necessárias à promoção da melhoria na qualidade de vida das comunidades, tornando possível a integração necessária para o estabelecimento de políticas públicas e conhecimento adequado para a situação regional, englobando a Recuperação de Áreas Degradadas", explicou Luiz Mauro Barbosa, diretor-geral do Instituto de Botânica.
Palestras sobre tecnologia de produção de sementes, viveiros florestais, dinâmica de ecossistemas florestais, métodos/metodologias de recuperação de áreas degradadas, educação ambiental e sobre a atuação da política ambiental no Estado de São Paulo fazem parte do programa. São cem vagas direcionadas aprofissionais e estudantes universitários atuantes em áreas afins que queiram aprofundar ou atualizar seus conhecimentos.