Notícia

Jornal do Comércio (AM)

Amazonas vai ganhar quatro novos institutos de pesquisa

Publicado em 27 novembro 2008

O ministro da C&T, I Sergio Rezende, e o presidente do CNPq, Marco Antonio Zago, participam hoje da cerimônia de anúncio do resultado do edital dos INCT (Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia), que selecionou 101 institutos para ocuparem posição estratégica no Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia. A solenidade será realizada às 11 horas, na sede do CNPq, cm Brasília.

A criação dos institutos, que terá um investimento de cerca de R$ 523 milhões, o maior valor disponível para uma chamada pública para apoio à pesquisa no país, conta com parceria da Capes/MEC, da Fapeam (Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas), e das Fundações do Pará (Fapespa), de São Paulo (Fapesp), Minas Gerais (Fapemig), Rio de Janeiro (Faperj) e Santa Catarina (Fapesc), do Ministério da Saúde, da Petrobras e do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Os institutos selecionados começarão a funcionar ainda este ano e estão assim distribuídos por região: o Norte irá sediar oito institutos, dos quais quatro devem ser instalados no Amazonas, Em toda a região serão aplicados R$ 42 milhões para desenvolver suas pesquisas; no Nordeste, 14 institutos terão à sua disposição R$ 59 milhões; no Centro -Oeste, três institutos terão recursos no valor de R$ 18 milhões; na região Sul, os 13 institutos selecionados poderão aplicar R$ 53 milhões em pesquisas; no Sudeste, onde está o maior número de sedes, 63, serão investidos R$ 319 milhões. As propostas aprovadas receberão financiamento por até cinco anos. Os recursos somam cerca de R$ 520 milhões, incluídos R$ 30 milhões em bolsas, que serão concedidas pela Capes, os novos recursos aportados pelo Ministério da Saúde e o apoio das Fundações de Amparo à Pesquisa dos Estados parceiros.