Notícia

Universia Brasil

Amapá ganha Fundação de Amparo a Pesquisa

Publicado em 13 janeiro 2010

Amapá fundou a 24ª FAP (Fundação de Amparo a Pesquisa) do País. A Fapeap (Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amapá), também nomeada Fundação Tumucumaque, foi oficialmente criada no último dia 7 de janeiro, pela Secretaria de Ciência e Tecnologia amapaense. Tocantins, Rondônia e Roraima são os únicos estados que não contam com instituição desse gênero.

O governo do Amapá destinou um crédito inicial de R$ 300 mil à nova entidade, que começa com um quadro de 16 funcionários e tem um conselho diretor formado por pesquisadores e doutores do Estado.

O nome da fundação é uma homenagem a região da Floresta Amazônica localizada entre o Amapá e o Pará chamada Tumucumaque - que significa a pedra no alto da montanha.

O modelo nacional das FAPs foi lançado em 1960 com a criação da Fapesp (Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo). A instituição pioneira começou a operar em 1962 com um orçamento referente a 0,5% da receita tributária do estado de São Paulo, garantido pela Constituição Estadual. Em 1989, esse percentual subiu para 1%.