Notícia

Universia Brasil

Aluno da UNESP/Tupã pesquisa o efeito da concentração de amônia em granjas

Publicado em 22 março 2007

Está em desenvolvimento no Campus da Unesp de Tupã o projeto de pesquisa "Os efeitos da concentração de amônia nos trabalhadores e nas aves em galpão de produção comercial de ovos". A pesquisa é realizada pelo aluno Guilherme Vitorasso, contemplado com uma bolsa de Iniciação Científica pela FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), sob orientação do docente Danilo Florentino Pereira.
A pesquisa visa diagnosticar o efeito da concentração de amônia do ar no ambiente de criação das aves poedeiras, sobre o desempenho dos trabalhadores e das aves. Para isso, será necessário diagnosticar a concentração do gás nos galpões e verificar se a presença do gás exerce influencia negativa sobre o desempenho do trabalhador e sobre a produtividade das aves.
A amônia (NH3) surge no ambiente de criação de aves a partir da degradação do esterco dos animais.
O aluno foi contemplado com uma bolsa de iniciação científica da FAPESP em Dezembro de 2006. "O reconhecimento da importância do projeto por uma agência de fomento é fundamental para o aluno que está iniciando em pesquisa. Além da remuneração que ajuda nos gastos pessoais, a bolsa valoriza o trabalho desenvolvido e motiva o aluno a se aprofundar mais no tema", observou o Prof. Pereira, orientador do aluno.
Para a realização do estudo, Guilherme faz visitas constantes a uma granja localizada no Município de Bastos, onde registra as informações necessárias e posteriormente analisa os dados obtidos. Entre as tarefas para a obtenção dos resultados, fará necessária a observação do comportamento das aves. Com essa finalidade, câmeras foram instaladas nos galpões e os comportamentos das aves são gravados durante todo o período de luz.
Posteriormente os comportamentos observados nestes vídeos serão anotados e analisados frente ao ambiente de criação e a produção de modo a estimar o desempenho e o bem-estar das aves.
Além da concentração da amônia, o aluno está registrando outros dados do ambiente, como temperatura do ar, umidade relativa, luminosidade, entre outros, afim de relacionar as variáveis e diagnosticar os melhores ambientes para maximizar a qualidade produtiva.
Pereira comentou a respeito da pesquisa que "A realização deste experimento tem mostrado a importância de se observar o ambiente de produção e verificar como este afeta o desempenho tanto dos trabalhadores como das aves e, portanto, afetando o desempenho do negócio como um todo".
Guilherme ainda completou a observação de seu orientador, ressaltando que "Toda a vivência na pesquisa está reforçando a importância de prover condições de trabalho próximas do ideal, seja para o trabalhador, seja para a ave, neste caso específico, para que a empresa obtenha os melhores resultados financeiros".

Fonte: Unesp