Notícia

Jornal da Cidade (Bauru, SP) online

Alunas da rede estadual recebem prêmio de pré-iniciação científica da USP

Publicado em 31 outubro 2009

A Universidade de São Paulo (USP) e a Secretaria Estadual de Educação premiaram ontem (29), na capital paulista, os oito melhores trabalhos de pesquisa realizados por alunos do ensino médio da rede pública que participaram do primeiro ciclo do Programa de Pré-Iniciação Científica, realizado nos câmpus da USP. Foram premiados os dois melhores trabalhos de quatro categorias (ciências agrárias, biológicas, exatas e humanas).

Cada grupo ganhou um netbook e um ano de assinatura da revista da Fapesp. O evento de premiação ocorreu no Centro de ConveRebouças. Entre os premiados estão alunas da 3ª. série do ensino médio da rede estadual de Bauru que participaram do programa de iniciação científica em laboratórios do Centrinho.

Aos 17 anos, Vivian Alves, Monara Bianca Marinheiro e Raquel Belini Ariedi, alunas da Escola Estadual Dr. Luiz Zuiani, tiveram a oportunidade de conviver com pesquisadores e de desenvolver estudos científicos. Raquel já decidiu: vai estudar Genética.

"Sem dúvida, foi uma oportunidade que elas só poderiam ter depois de alguns anos de faculdade e puderam amadurecer muito com isso", reconhece a professora que supervisionou o trabalho na escola, Cristiane Mendes Arruda, 34, mestre em Ciências pela Secretaria de Saúde do Estado. "É a primeira vez que vejo um programa da rede pública valorizar o bom aluno, que em geral é taxado de nerd e não tem incentivo para se aprimorar.

O trabalho vencedor teve a orientação do geneticista do Centrinho-USP, Esiquiel de Miranda, e estudou as "Células-tronco: engenharia tecidual regenerativa e estudo citogenético em malformações congênitas - fissuras orofaciais". "Esse é um programa que abre as portas da universidade numa fase em que os alunos estão na plenitude de seus questionamentos", afirma Miranda. Ao todo, 44 alunos de Bauru participaram do programa de iniciação científica da USP em unidades da Faculdade de Odontologia (FOB-USP) e do Centrinho-USP e concorreram ao prêmio.