Notícia

Gazeta Mercantil

Algas azuis invadem represas

Publicado em 06 julho 2000

Um grupo de pesquisadores do Instituto de Botânica, da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, está identificando e catalogando as algas azuis (também conhecidas como cianobactérias) existentes nas represas paulistas. Em Guarapiranga e Billings, os biólogos detectaram a existência de pelo menos 13 espécies potencialmente tóxicas. "Normalmente, elas se multiplicam, porém não causam danos à saúde porque são eliminadas durante o tratamento da água", afirma a bióloga Maria Teresa de Paiva Azevedo, que participou do trabalho, atualmente no terceiro ano e financiado pela Fapesp. (C.T.)