Notícia

Rádio Joven Pan

Alckmin nega má fé em gratificações policiais

Publicado em 23 maio 2011

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, negou má fé sobre o pagamento equivocado de gratificações a cerca de onze mil policiais. A PM interpretou de maneira distorcida uma lei que dobra o salário base de integrantes da corporação. Os oficiais fazem os ganhos incidirem sobre outros benefícios recebidos, uma questão conhecida pelo estado desde 2007.

Geraldo Alckmin explicou que a correção será feita no meio do ano, mas descartou obrigar os policiais a devolver o recurso. "Isso foi analisado em março pela Procuradoria Geral do Estado, que entendeu que o critério de aplicação correto é o da Civil. E no pagamento de junho, que virá em julho, já virá a correção".

Sobre a atuação da PM durante a Marcha da Maconha, no fim de semana, Geraldo Alckmin afirmou que possíveis excessos serão punidos. O governador participou na manhã de hoje das comemorações pelos 49 anos da Fapesp, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado.