Notícia

IG

Aids atenuada

Publicado em 19 setembro 2007

Agência Fapesp

O desenvolvimento de uma vacina que impeça o contágio pelo HIV é impossível com as tecnologias atuais, segundo o professor Edecio Cunha-Neto, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), coordenador de um grupo de pesquisa que trabalha em busca de uma vacina contra o vírus da Aids.

Entretanto, de acordo com o cientista, um imunizante capaz de diminuir a carga viral no organismo poderia reduzir drasticamente a transmissibilidade da doença, beneficiando especialmente as populações de baixo nível socioeconômico.

"A extrema variabilidade do vírus impede o desenvolvimento de uma vacina que induza à produção de anticorpos que se ligariam à sua superfície, impedindo que ele entre na célula. Por isso, optamos por uma abordagem que não é voltada para evitar o contágio e sim para atenuar a evolução da doença", disse Cunha-Neto à Agência FAPESP.