Notícia

Fusões & Aquisições

Agrotech IDGeo recebe R$ 700 mil para melhorar soluções agrícolas

Publicado em 03 outubro 2019

Aporte foi o primeiro realizado pela Poli Angels e mira o agronegócio com soluções práticas.

A Poli Angels, associação de investidores-anjo, anunciou o investimento de R$ 700 mil na startup IDGeo. O aporte e a parceria chegam para permitir que a startup tenha uma entrava com maior velocidade no mercado.

Desde 2013 no mercado, a IDGeo já recebeu, anteriormente, um aporte de R$ 1,5 milhão pela FAPESP e atua diretamente no agronegócio.

Dentre as soluções abordadas, há também um controle de pragas melhor administrado, com medição e acompanhamento da evolução dos problemas.

A startup atua com algumas tecnologias próprias para o setor, como o Mato Controle, um sistema de levantamento, monitoramento e gestão da matocompetição. A Pisoteio, por sua vez, mapeia toda a área da linha de cana compactada pelo tráfego de colhedora e transbordos.

Ronan Campos, CEO da IDGeo, relata que a empresa reúne 15 anos de experiência do setor de biotecnologia para transformar conhecimento e carências identificadas em inovações. Campos diz que estas tecnologias “chegaram para revolucionar a forma de se fazer gestão agrícola”.

A mais recente divulgada pela empresa se chama Cana Viva, e trata-se de uma plataforma de gestão do canavial. O seu diferencial é o diagnóstico de imagem, classificando os tipos de manchas e alertando as principais ameaças.

O cofundador da Poli Angels, Alexandre Aidar, informa que a escolha da IDGeo para o primeiro porte realizado pela companhia é muito sobre a representatividade do setor para a economia.

“A escolha pela IDGeo nesse primeiro aporte, realizado pela Poli Angels, foi muito bem pensada devido a aplicabilidade da solução no segmento de agronegócios, e o peso que o setor representa para a economia”, disse o executivo.

Atualmente, o setor do agronegócio representa, sozinho, 21,1% do PIB e movimenta 38% dos empregos formais do país. Assim, faz-se necessário uma solução de gestão de terras e lavouras no plantio de commodities... Leia mais em itforum365 03/10/2019

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
IT Forum 365