Notícia

Correio Popular

AGRONÔMICO LANÇA PESQUISAS NA INTERNET

Publicado em 27 junho 1996

O Instituto Agronômico de Campinas (IAC) está ingressando na era da Internet. Projeto financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) colocará a instituição até a final deste ano do circuito da rede mundial de computadores. Trata-se do IACnet, nome ainda a ser oficializado. "O projeto pronto custará cerca de US$ 2 milhões", revelou o vice-diretor, Ederaldo José Chiavegato. Segundo ele, a etapa de instalação física dos equipamentos estará concluída até outubro de 96. A primeira fase do projeto consiste na criação da homepage do IAC, ma página institucional em que toda a história, estrutura e finalidade da casa estarão detalhadas. Por este serviço, o usuário da Internet saberá por exemplo que os pesquisadores do IAC publicaram em revistas nacionais e estrangeiras, desde 84, cerca de 1.900 trabalhos científicos. "Depois desta etapa, colocaremos em funcionamento o serviço de pesquisas desenvolvidas pelo instituto", frisou a diretora de comunicação, Ana Maria Lagoa. Por este serviço, explica Ana Maria, qualquer usuário (pesquisador, agricultor ou não) poderá obter informações e estabelecer intercâmbio sobre as mais variadas atividades do IAC. "É a consolidação do Centro de Informação em Agricultora", antecipa a diretora de comunicação. A rede IACnet estará ligada ao setor de biblioteca da instituição, lembro ela. A primeira verba para impulsionar o projeto foi liberada ao ano passado pela Fapesp. A empresa contratada para implantar o sistema é a Wisetec. No último dia 17 de junho, técnicos da empresa e do Centro de Computação do próprio instituto deram uma palestra a pesquisadores do IAC explicando a evolução e a criação da Internet. O convênio com a Fapesp atende ainda a uma necessidade de aprimorar a cultura de informática ao IAC, segundo Ana Maria. A informatização, aliás, é o quarto projeto dentro do programa estratégico de reorganização. "É uma revolução em todos os sentidos", confirma Chiavegato, sobre o conceito de reorientação da estrutura do IAC. (Marcelo Pereira)