Notícia

Planeta Universitário

Agência Unesp de Inovação tem nova diretora executiva

Publicado em 07 março 2012

Vanderlan da Silva Bolzani, professora titular do Instituto de Química da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Araraquara, e membro da coordenação do programa BIOTA-FAPESP, foi nomeada para exercer a função de diretora executiva da Agência Unesp de Inovação (AUIN).

A pesquisadora, que ocupava o cargo de vice-diretora executiva da agência, substitui o físico José Arana Varela, também do IQ da Unesp de Araraquara, que assumiu a presidência do Conselho Técnico-Administrativo da FAPESP no início de fevereiro.

Com 30 anos de carreira, Bolzani graduou-se pela Universidade Federal da Paraíba, realizou mestrado e doutorado na Universidade de São Paulo (USP) e pós-doutorado na Virginia Polytechnic Institute and State University, nos Estados Unidos.

Na Unesp desde 1980, desenvolve pesquisa em produtos naturais, onde criou o Núcleo de Bioensaio, Biossíntese e Ecofisiologia de Produtos Naturais (Nubbe). Desde 1998 participa do Projeto BIOTA-FAPESP.

Entre as atividades da AUIN previstas para 2012, Bolzani destaca a realização da olimpíada "Energias renováveis: pesquisa, desenvolvimento sustentável e serviços sociais para combater a pobreza", cujo edital está previsto para ser publicado até, no máximo, meados de maio.

"Será uma ação inteiramente voltada para os jovens da Unesp e uma forma de prospectar as ideias mais interessantes dos estudantes", explicou.

Realizada em parceria com as Pró-Reitorias de Pós-Graduação e Graduação, o evento outorgará prêmios nas categorias "Plano de negócio sobre produto", "Projeto sobre desenvolvimento sustentável" e "Serviços sociais em fontes renováveis".

"A meta é atingir todas as áreas do conhecimento envolvidos na cadeia de produção de energia renovável", disse Bolzani.

A pesquisadora foi laureada em 2010 pela Royal Society of Chemistry com o título de fellow, até então inédito em toda a América Latina, e, em 2011 com a Medalha Simon Matias, da Sociedade Brasileira de Química, e com o prêmio Distinguished Women in Chemistry or Chemical Engineering, da Sociedade Norte-Americana de Química.

Em 2011, também foi eleita membro efetivo da Academia Brasileira de Ciências (ABC).

Agência FAPESP