Notícia

DCI

Agência Fapesp atende 100 mil assinantes em todo o Brasil

Publicado em 15 agosto 2012

SÃO PAULO - A Agência Fapesp, veículo de comunicação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), atingiu, na última segunda-feira, a marca de cem mil assinantes de seu boletim eletrônico. Lançada em 24 de junho de 2003 como um serviço noticioso, eletrônico e gratuito, a Agência Fapesp conquistou um público expressivo por meio da veiculação de reportagens sobre resultados de pesquisas, entrevistas com cientistas e notícias do setor de ciência, tecnologia e inovação no Brasil. Apesar de estar voltada principalmente para a divulgação de pesquisas feitas no Estado de São Paulo e apoiadas pela Fapesp, a Agência conta com leitores em todos os estados brasileiros. As cidades com rnaiores números de assinantes são, pela ordem, São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Ribeirão Preto, Belo Horizonte, Brasília, São Carlos, Curitiba, Salvador e São José dos Campos. A Agência também tem um expressivo número de leitores no exterior, sejam brasileiros que vivem em outros países ou estrangeiros que assinam a edição em inglês do boletim. No exterior, os países com mais leitores da edição em português são: Estados Unidos, Portugal, França, Alemanha e Canadá. Já a edição em inglês do portal é mais lida em: Estados Unidos, Reino Unido, Índia, Alemanha e França. A Agência Fapesp também marca presença nas redes sociais, com 16,2 mil seguidores pelo twitter (@AgenciaFapesp) e mais de 2 mil seguidores pelo Facebook (www.facebook.com/agenciafapesp). “A Fapesp tem como uma das suas responsabilidades legais e estatutárias divulgar o resultado das pesquisas que financia e ver como aquilo que é atividade da entidade se insere no mundo do conhecimento. Quando a instituição foi criada, os meios de comunicação eram distintos do que são hoje. Então, evidentemente, há uma mudança muito significativa trazida pela revolução digital e a Agência Fapesp, ao atingir um público tão expressivo, é uma mostra dessa mudança”, disse Celso Lafer, presidente da empresa. “Estamos agora verificando um marco da presença da Fapesp na transmissão do conhecimento pela Internet. Cem mil é uma divulgação extraordinária, uma vez que as pessoas que se cadastram para receber os boletins são aquelas com interesse pela divulgação feita”.

Fonte: Agências