Notícia

Gazeta Mercantil

Agência estadual de desenvolvimento deve ser prioridade

Publicado em 12 novembro 2001

Por Eva Rodrigues - de são Paulo
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) participou na semana passada de discussões sobre a criação da Agência de Fomento e Desenvolvimento do Estado de São Paulo, como parte do programa "Sala de Solução da Crise". Participaram do debate representantes da indústria, comércio, serviços e agricultura. De acordo com Alckmin, a criação da Agência é uma prioridade. A medida já foi aprovada pela Assembléia Legislativa. "Nossa idéia é que a agência seja um instrumento de recursos do BNDES para estimular o setor produtivo, com a conseqüente geração de emprego e renda", disse o governador. A papel da Fapesp (agência de financiamento científico) também esteve no centro da conversa, por conta do financiamento de inovarão tecnológica, especialmente ao setor industrial, e do maior apoio à pequena e microempresa. "Discutimos ainda a questão tributária de algumas outras que dependem do governo federal", diz. Segundo o governador, a queda do dólar verificada nos últimos dias começa a dar espaço para que o governo reduza a taxa de juros básica, o que ativaria a economia. A "Sala de Solução da Crise" foi uma iniciativa do governo estadual para discutir problemas e soluções diante da retração econômica mundial, agravada com os atentados de 11 de setembro nos Estados Unidos. Os encontros tiveram início na primeira semana de novembro, quando Alckmin recebeu lideranças sindicais da CUT, Força Sindical, CGT e SDS. Uma das conseqüências desse encontro foi a retomada do programa estadual Frentes de Trabalho. MARTA PASSA MAL Por causa de fortes dores nas costas, a prefeita Marta Suplicy (PT) teve de ser levada a um médico na manhã de sexta-feira, em São Paulo. Marta sentiu-se mal quando vistoriava as obras de canalização do córrego Pirajuçara. Após ser levada a um médico e tomar remédios, ela permaneceu em repouso em casa.