Notícia

Gazeta Mercantil

Agência estadual de desenvolvimento deve ser prioridade

Publicado em 12 novembro 2001

Por Eva Rodrigues - de São Paulo
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) participou na semana passada de discussões sobre a criação da Agência de Fomento e Desenvolvimento do Estado de São Paulo, como parte do programa "Sala de Solução da Crise". Participaram do debate representantes da indústria, comércio, serviços e agricultura. De acordo com Alckmin, a criação da Agência é uma prioridade. A medida já foi aprovada pela Assembléia Legislativa. "Nossa idéia é que a agência seja um instrumento de recursos do BNDES para estimular o setor produtivo, com a conseqüente geração de emprego e renda", disse o governador. A papel da Fapesp (agência de financiamento científico) também esteve no centro da conversa, por conta do financiamento de inovação tecnológica, especialmente ao setor industrial, e do maior apoio à pequena e microempresa. "Discutimos ainda a questão tributária e algumas outras que dependem do governo federal", diz. Segundo, o governador, a queda do dólar verificada nos últimos dias começa a dar espaço para que o governo reduza a taxa de juros básica, o que ativaria a economia. A "Sala de Solução da Crise" foi uma iniciativa do governo estadual para discutir problemas e soluções diante da retração econômica mundial, agravada com os atentados de 11 de setembro nos Estados Unidos. Os encontros tiveram início na primeira semana de novembro, quando: Alckmin recebeu lideranças sindicais da CUT, Força Sindical, CGT e SDS. Uma das conseqüências desse encontro foi a retomada do programa estadual Frentes de Trabalho. MARTA PASSA MAL Por causa de fortes dores nas costas, a prefeita Marta Suplicy (PT) teve de ser levada a um médico na manhã de sexta-feira, em São Paulo. Marta sentiu-se mal quando vistoriava as obras de canalização do córrego Pirajuçara. Após ser levada a um médico e tomar remédios, ela permaneceu em, repouso em casa.