Notícia

Agência C&T (MCTI)

Agência espacial abre campanha para atrair futuros astronautas

Publicado em 20 maio 2008

A Agência Espacial Européia (ESA) abriu nesta segunda-feira (19/5) uma campanha para recrutar astronautas. "Oportunidade rara de estar à frente dos programas de vôo espacial tripulados, o que inclui futuras missões à Estação Espacial Internacional (ISS), à Lua e além", diz o anúncio.

Serão selecionadas quatro pessoas, que iniciarão treinamento no Centro de Astronautas Europeu, em Colônia, na Alemanha. O resultado final será anunciado em 2009.

Os candidatos ideais devem ter competência em disciplinas científicas consideradas relevantes para o cargo, como ciências da vida, física, química e medicina, ou terem experiência como piloto de testes.

Devem também demonstrar habilidades operacionais e "capacidades excepcionais" em pesquisa, aplicações científicas ou na área educacional. Boa memória, raciocínio rápido, boa concentração e aptidão para orientação espacial são outros pré-requisitos.

Os interessados devem ter ainda flexibilidade, motivação, competência para trabalhar em equipe, empatia e estabilidade emocional. Fluência em inglês é obrigatória e conhecimento em russo, desejável.

Podem participar cidadãos de algum dos 17 estados membros da agência: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Noruega, Portugal, Reino Unido e Suécia.

Os escolhidos passarão por uma série de procedimentos seletivos, que incluirão avaliações profissionais e psicológicas (como testes comportamentais e cognitivos), avaliações médicas por especialistas do setor aéreo e entrevistas.

"Com a recente adição, na ISS, do laboratório Colombo, da ESA, e com o Veículo de Transferência Automatizada servindo de veículo para necessidades logísticas da estação, o vôo espacial humano europeu entrou em uma nova era com respeito à ciência e operações", disse Michel Tognini, chefe do Centro de Astronautas Europeu.

"Com base nos últimos 30 anos de experiência da ESA em astronáutica, precisamos de pessoas de alto calibre para liderar a visão da agência com relação ao uso da ISS e a futura exploração humana do Sistema Solar", destacou o ex-astronauta.

(Agência Fapesp)