Notícia

Aerobusiness

ACORDO PARA BIO-COMBUSTÍVEIS

Publicado em 01 novembro 2011

A Boeing, a Embraer e a FAPESP reuniram a Imprensa na capital paulista, para a assinatura de um acordo que prevê um ambicioso programa visando o lançamento de bases industriais para a produção de bio-combustíveis de aviação. O programa, que conta com o apoio do Governo do Estado de São Paulo através da FAPESP, prevê um período de 9 a 12 meses para definir as linhas gerais a serem seguidas por esse esforço, e que deve ser seguido pela criação de um Instituto para executar as pesquisas praticas nessa sentido, até a fase seguinte, que envolverá a produção industrial no Estado de São Paulo.

O Governo Estadual vai colaborar com professores e laboratórios contratados junto às Universidades e centro de pesquisa locais, e outras industriais e companhias podem ser depois contratadas. Na ocasião foi destacado que vários processos industriais diferentes estão sendo avaliados e que o desafio agora já não é tanto de tecnologia mas sim de definição das melhores alternativas e do seu impacto econômico, industriais e ambiental (Roberto Pereira)