Notícia

O Estado de S. Paulo

Abuso em criança deixa marca no DNA

Publicado em 03 outubro 2018

Por Roberta Jansen
Crianças que sofrem abuso sexual, físico e emocional podem apresentar não apenas cicatrizes físicas e psicológicas, mas também genéticas. Estudo feito pelas Universidades de British Columbia, no Canadá, e Harvard, nos EUA, revela ainda que a marca genética é tão profunda que produz alteração no DNA e pode, ao menos em tese, ser transmitida para gerações futuras. Há tempos especialistas sabem que vítimas de abusos na infância carregam por toda vida os danos emocionais decorrentes. Mas queriam checar se o dano poderia chegar [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.