Notícia

Web Professores

Abrolhos por baixo dágua.

Publicado em 16 setembro 2009

Por Alex Sander Alcântara

Agência FAPESP - Os recifes de corais correspondem a apenas um dos cinco tipos de ambientes submersos na região de Abrolhos, arquipélago localizado no litoral sul da Bahia. É o que indica uma pesquisa realizada a partir do maior levantamento oceanográfico já feito na região.

Um dos objetivos do estudo foi mapear os fundos marinhos do banco de Abrolhos. O novo mapa é resultado de mais de dois anos de pesquisas que envolveram cientistas de várias instituições brasileiras. O trabalho teve apoio da FAPESP na modalidade Auxílio à Pesquisa - Regular.

De acordo com Paulo Sumida, do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (USP), uma das perspectivas abertas pelo estudo, a partir das novas áreas descobertas, é repensar a ampliação do Parque Nacional Marinho de Abrolhos. Ou seja, os estudos reforçam a necessidade de aumentar a área sob proteção legal.

"A ideia é finalizar a produção do mapa para que ele sirva como subsídio no manejo e no gerenciamento do parque. Muitas vezes, algumas áreas que são importantes para preservação e manutenção não estão sob proteção. Agora, temos dados que podem subsidiar decisões relacionadas a políticas públicas", disse à Agência FAPESP .