Notícia

AgroAgenda

Abertura da Dinapec reúne setor agropecuário sul-mato-grossense

Publicado em 26 março 2009

A 4ª Dinâmica Agropecuária (Dinapec) foi aberta ontem, dia 25, sob os olhares atentos de autoridades, produtores e estudantes que estavam presentes à Sede da Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande-MS. Entre as autoridades compareceram à vitrine tecnológica instalada no campo experimental da Embrapa, a secretária de Estado de Mato Grosso do Sul Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias; o presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul) Laucídio Coelho Neto; o diretor-presidente da Agência de desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) José Antônio Roldão e o diretor-executivo da Embrapa José Geraldo Eugênio de França.

Logo na abertura, a responsável pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), Tereza Cristina saudou os presentes destacando a importância de um evento com o patamar da Dinapec em tempos de crise, onde é possível “levar a Embrapa para mais perto do produtor rural”. Para a secretária Tereza, ainda “há produtor que desconhece o que a Embrapa faz. Isso não pode acontecer. O que encontramos aqui na Dinapec deve ser levado ao conhecimento de todo o setor produtivo, e assim, Mato Grosso do Sul continuará tendo o maior rebanho do país”.

Seguindo essa linha, o presidente da Acrissul, Laucídio Coelho Neto, frisou a participação de outras Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, onde “percebe-se que tudo foi viabilizado graças à união das Unidades da Empresa e isso faz a diferença”.

De fato, para que a Dinapec estivesse em sua quarta edição, três Unidades da Embrapa são parceiras em sua realização – Embrapa Gado de Corte, Embrapa Agropecuária Oeste e Embrapa Transferência de Tecnologia, além da efetiva colaboração de outros Centros com a vinda de seus especialistas à disposição nos plots da vitrine tecnológica.

Conforme o chefe-geral da Embrapa Gado de Corte, Rafael Geraldo de Oliveira Alves, a presença das Unidades é “um esforço de toda a Empresa para que a Dinapec seja, realmente, um ambiente para a transferência de tecnologia. A Embrapa está cumprindo uma de suas missões ao realizar um evento como esse apresentando nossa tecnologia ao produtor”.

Fechando a solenidade de abertura, o diretor-executivo José Geraldo Eugênio de França ressaltou que “a Embrapa tem uma única finalidade: fazer aquele que usa sua tecnologia próspero e a Dinapec é um lugar onde o produtor pode conseguir isso”.

Lançamento – Durante a solenidade foi apresentado ao público o guandu Mandarim. A leguminosa, desenvolvida pela Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos-SP), em parceria com a Unipasto, Fapesp e CNPq tem como destaques a alta produtividade de forragem e o baixo teor de taninos.

A BRS Mandarim pode ser utilizada na alimentação animal, onde o seu uso tem aumentado gradativamente e também no consumo humano, como legume verde e grãos secos e ainda na recuperação de áreas degradadas.

A 4ª Dinapec tem o apoio da Finep, CNPq, Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul) e Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), representada pela Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural de Mato Grosso do Sul (Agraer) e tem como parceiros a Dow AgroSciences, Unipasto, Banco do Brasil e Bunge.

O evento segue até amanhã, dia 27, com minicursos, dinâmicas de grupo, atendimento ao público e roteiros tecnológicos, na sede da Embrapa Gado de Corte, situada à BR 262, km 4. Mais informações: (67) 3368-2141 e 3368-2038. www.cnpgc.embrapa.br/dinapec/2009.

Fonte: Embrapa Gado de Corte / Dalízia Aguiar