Notícia

Gestão C&T

Aberta a 60ª Reunião Anual da SBPC

Publicado em 14 julho 2008

O reitor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), José Tadeu Jorge, abriu, na noite de ontem (13), na sede da universidade, a 60ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). A mesa de abertura contou com a participação do ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, do presidente da SBPC, Marco Antonio Raupp, do presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Jorge Guimarães, do secretário de Ensino Superior de São Paulo, Carlos Vogt, do presidente da Academia Brasileira de Ciências, Jacob Palis, entre outras autoridades.

“Há 60 anos, quando foi criada a SBPC, eram apenas uma centena de cientistas. Hoje esperamos mais de 15 mil pessoas neste evento. Isso mostra o crescimento da importância da C&T no país, mas também o enorme esforço de muitos brasileiros pesquisadores para atingirmos esse patamar”, destacou Jorge.

O reitor avaliou que o momento é oportuno para o debate do tema central do evento “Energia, Ambiente e Tecnologia”, que atualmente é discutido no âmbito nacional e internacional. Ele ainda ressaltou que a expectativa é que durante as discussões surjam propostas para o desenvolvimento brasileiro numa perspectiva sustentável.

Já o presidente da SBPC, Marco Antonio Raupp, lembrou que o tema da 60ª reunião pretende explorar e discutir os caminhos que devem ser seguidos para buscar a inserção do conhecimento científico no setor produtivo e, como conseqüência, na capacidade de inovação das empresas brasileiras e serviços públicos com responsabilidade social e ambiental.

Ciência Hoy

Já o ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, destacou que a SBPC tem levantado a bandeira da inovação, ponto que agora tem ganhado força nas políticas do governo. Rezende, que já foi conselheiro e secretário regional da SBPC, ainda citou outros pontos de destaque na atuação da entidade: a cooperação internacional e a divulgação científica. “A SBPC tem levado as ciências aos mais distantes rincões deste país e também para a América do Sul”, disse.

O ministro lembrou que a sociedade foi responsável direta pela criação da revista Ciencia Hoy na Argentina, ajudando na integração dos dois países. “E essa aproximação é uma prioridade do governo Lula”, ressaltou.

Rezende anunciou que no segundo semestre será lançada uma edição conjunta das revistas Ciencia Hoy e Ciência Hoje. A idéia é aproximar ainda mais os dois países. “Essas linhas de atuação da SBPC têm norteado a ação do ministério”, afirmou.

Institutos Nacionais de C&T

Em entrevista coletiva realizada na manhã de hoje (14), Sergio Rezende voltou a falar sobre os Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia. Ele informou que o MCT lançará em agosto edital para a criação de cerca de 50 institutos.

De acordo com ele, o novo programa é uma expansão e ampliação do conceito dos atuais Institutos do Milênio, cujos convênios com o CNPq expirarão em novembro.

“Será criado o Programa dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia, que deverão ocupar posição estratégica no Sistema Nacional de C&T, tanto pela sua característica de ter um foco temático em uma área do conhecimento, para desenvolvimento de longo prazo, como pela complexidade maior de sua organização e porte de financiamento”, disse.

O ministro afirmou que apenas o MCT investirá, por meio do CNPq e da Finep, R$ 270 milhões em três anos. No entanto, ele espera que esse montante chegue a pelo menos R$ 400 milhões com o apoio de instituições como as fundações de amparo à pesquisa (FAPs) e outros ministérios.

“Além dos recursos do MCT, vamos contar com o apoio proveniente de parcerias com entidades federais e estaduais, das quais já temos a confirmação da Fapesp, da Faperj, Fapemig, BNDES e Ministérios da Educação e da Saúde”, disse.

Informações sobre a 60ª Reunião da SBPC podem ser obtidas no site www.sbpcnet.org.br.

(Com informações do JC e-mail nº 3553)