Notícia

Estadão.com

A moda brasileira e a síndrome de baiacu

Publicado em 08 junho 2015

Por Miqueli Michetti
Miqueli Michetti, doutora em Sociologia pela Unicamp e professora do Departamento de Fundamentos Sociais e Jurídicos (FSJ) da EAESP/FGV. É autora do livro Moda brasileira e mundialização. São Paulo: Annablume: Fapesp: 2015. A moda do Brasil proclama-se forte ao tomar consciência de sua debilidade. A partir da década de 1990, com a abertura de mercado no Brasil, o setor nacional de têxteis, confecções e moda se viu diante da concorrência global, pois tanto marcas mundialmente consagradas quanto mercadorias-commodities produzidas [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.