Notícia

O Imparcial (Presidente Prudente, SP)

A luta contra o câncer começa pela informação

Publicado em 04 janeiro 2001

O Centro de Pesquisa e Tratamento do Câncer, um dos dez Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) instituídos e financiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), pretende utilizar as informações geradas pelo Projeto Genoma Câncer para avançar na identificação de novos genes, buscar novas formas de diagnóstico, tratamento e desenvolver novas drogas. Formado pelo Instituto Ludwig de Pesquisa e Hospital do Câncer A. C. Camargo, esse Cepid tem uma escola para crianças internadas e voluntárias que apoiam os pacientes diariamente. A Fapesp destina anualmente R$ 2,2 milhões para o centro, que também vai formar profissionais e difundir informações para prevenir o câncer, com uma ampla campanha que inclui vídeos e CDs. As mudanças que ocorrem na distribuição demográfica do Estado de São Paulo e o limitado avanço em relação à prevenção e terapia de tumores malignos indicam que, nas próximas décadas, o câncer será fator de grande impacto na saúde pública. A idéia dos pesquisadores do centro é desenvolver formas de combater o mal a partir de uma abordagem multidisciplinar e integrada. Prevenção, diagnóstico e tratamento serão focos das três principais áreas de atuação: pesquisa, educação e transferência do conhecimento científico. "O câncer é, antes de mais nada, uma doença da desinformação. Por essa razão, o diagnóstico precoce é a chave do sucesso", afirma o presidente da diretoria executiva do hospital, Ricardo Renzo Brentani, coordenador do Cepid.