Notícia

Valor Econômico

A estatal aceitou o economista

Publicado em 04 novembro 2011

Por Por Paulo Totti
Neste mês de novembro, o economista baiano José Sérgio Gabrielli de Azevedo baterá o recorde de permanência no cargo de presidente da Petrobras, ao quebrar a marca sustentada até então pelo engenheiro de Itajubá, MG, Joel Mendes Rennó. Nomeado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 22 de julho de 2005, Gabrielli foi mantido por Dilma Rousseff. Rennó esteve na Petrobras de 18 de novembro de 1992, no governo de Itamar Franco, até 8 de março de 1999, já sob Fernando Henrique Cardoso. Mas não haverá nesse dia champanhe nem [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.